CaldoQuantico | FarolComunitario | Holopraxis | cql | CreSentes | DNAtos| ArtemcacoS| blogs | Fale Conosco | O Grupo | Imprensa | Política de Privacidade
CAMINHOS PARA O AUTO-EQUILÍBRIO
 
Saiba Mais - Clorela
A conexão é Você!

Documento sem título

QUEM SOU | O TRABALHO
ARTIGOS | SAIBA MAIS

PROGRAMAS | EVENTOS
VÍDEOS | HOLOPRAXIS

FAÇA CONTATO


A Clorela é uma alga unicelular, microscópica, de água doce, muito rica em minerais, vitaminas, aminoácidos e compostos químicos orgânicos desintoxicantes.

A alga ao microscópio

O seu uso terapêutico vem sendo intensificado a cada ano. Sabe-se atualmente que as principais causas das doenças degenerativas que assolam a humanidade, tais como o câncer, a arteriosclerose, o reumatismo, a osteoporose, as doenças cardiovasculares, além do envelhecimento precoce e do stress, estão localizadas na alimentação rica em compostos sintéticos, nos excessos em geral (álcool, fumo, drogas, remédios, trabalho, ginástica, etc.), na poluição ambiental, na redução global da qualidade de vida, na tensão econômica e social, na preocupação excessiva e em outras de menor importância.

A Clorela constitui uma rica fonte de elementos compostos primários, sendo por isso capaz de repor as perdas orgânicas de micro-minerais e de cristais, determinadas pelas causas acima citadas. As perdas minerais do interior das células, não são facilmente compensadas em virtude do enorme tamanho dos compostos provenientes das fontes secundárias (animal) e secundárias (sintéticas).

Somente os compostos de elementos originários das fontes primárias (geralmente vegetal) conseguem penetrar o espaço intracelular e nutrir as células. Por não possuir efeitos negativos ou colaterais é indicada a pessoas de qualquer idade, sendo utilizada como nutriente para bebês que não podem ingerir leite materno, gestantes, como recurso para o bom desenvolvimento da criança, bom parto e aleitamento de alta qualidade.

Pesquisas científicas realizadas em Tóquio na década de 50 isolaram uma substância do extrato de Clorela por eletroforese - CGF, observando que o extrato líquido promovia crescimento saudável de crianças e animais jovens. Mais tarde descobriu-se que o mesmo aumentava as defesas imunológicas do organismo.

O poder de ativação fisiológico dos ácidos nucleicos da Clorela é único e produzido somente pelo processo rápido de multiplicação na fotossíntese, assim permanece vigorosa e saudável através da alta reprodução e rejuvenescimento da própria célula.

Produto final em cápsulas

Quando tomamos Clorela, ingerimos ácidos nucleicos, resultados da rápida reprodução celular e os nutrientes necessários ao crescimento reprodutivo e a manutenção do seu próprio ciclo de vida. Contra a obesidade, favorece a perda de peso se ingerida antes das refeições, suprindo o sangue dos principais nutrientes necessários, inibindo parcialmente a fome. Um tipo de emagrecimento fisiológico, incapaz de produzir danos. Curiosamente, depois de se atingir o peso ideal, com período de perda bem lento, o processo de emagrecimento cessa.

Substâncias encontradas na Clorela:
Ácido Glutâmico, Isoleucina, Leucina, Lisina, Fenilalanina, Tirosina, Metionina, Cisteína, Treonina, Triptófano, Valina, Argina, Histidina, Ácido Aspártico, Glicina, Prolina, Serina, Ácido Pantotênico, Xantofila, Caroteno, Vitamina B1, B2, B6, B12, C, E, Clorofila, Ácido Nicotínico Ácido Fólico, Cálcio, Fósforo, Ferro, Sódio, Potássio, Magnésio, Iodo, Zinco, Niacina.

Dosagens:
Comprimidos - para adultos e crianças à partir de 10 kg, 1 para cada 5 quilos de peso, geralmente divididos em duas doses diárias. CGF - recomenda-se que a dosagem seja determinada por um profissional de saúde habilitado, o mesmo acontecendo para crianças com menos de 10 kg.

Texto produzido à partir de material didático fornecido pelo Prof. Adalton Vilhena Stracci.

AVISO IMPORTANTE | QUIROPRAXIA | REIKI | FLORAIS | CHI BALL
GELÉIA REAL
| PARIPAROBA | CLORELA
| ISOFLAVONA | KEFIR